Poema: Mil duzentos e vinte

São Tantos livros não lidos. São tantas músicas não ouvidas. São tantos olhares trocados. São tantos medos, desejos não queridos.…