Holanda- Nederland

Oi, gente!!

Já vou avisando  que este post está um pouquinho longo, mas que vale muitíssimo a pena ler.
Será sobre o país das flores, a Holanda

20170526_024517.jpg

A  Holanda, que na verdade chama-se Nederland – Países Baixos – tem esse nome porque 60% do país é abaixo do nível do mar. A língua oficial da Holanda é o holandês, mas praticamente todo mundo também  fala inglês no país.

A primeira vez que pisei na Holanda foi em 2013. Fui visitar meu ex-namorado e fiquei 2meses – tempo de férias na faculdade. Passei um tempo em Amsterdã e o outro em Leiden. Depois de quase 1ano voltei à Holanda, em 2014.

Passei mais tempo em Leiden, pois namorei por 3anos – esse mesmo ex-namorado- que é um nativo dessa charmosa cidade, mas voltei diversas vezes à Amsterdam e tive a oportunidade de conhecer também algumas outras belas cidades como Den Haag,  Rotterdam e Utrecht.

Bem, a Holanda é um país incrível, são construções charmosas, tulipas, tamancos, pessoas simpáticas, muitos moinhos, muitos museus, muitos canais, um festival surpreendente de bicicletas – sério, são bicicletas por todos os lados e um estilo de vida muito diferente do que eu estava acostumada a ver.

Estar na Holanda é como entrar um livro de história da arte, pois em cada esquina você encontra um museu ou um evento cultural. Até as sociais nas casas são artísticas, bem estilo Sarau – com direito a música e poesia.

Nem preciso dizer que amei, né? Minha experiência na Holanda me fez mudar muito a visão que eu tinha com relação ao mundo, ampliou muito meus horizontes, pois passei a me preocupar menos com coisas materiais e aproveitar a vida de uma maneira mais plena, menos supérflua. Eu já tinha estado outras vezes na Europa, mas nunca por tanto tempo, aprendi bastante com essa experiência e vivenciei momentos únicos.

FB_IMG_1495786064125

Aprendi que você não precisa ser rico ou ter muitas coisas para viver bem, coisas que o sistema todos os dias tenta nos provar ao contrário. A Holanda é um lugar que você pode andar rasgado que ninguém vai te olhar torto. E o que mais me fascinou é que não importa com o que você trabalha, você pode ser um gari, por exemplo, que você pode estar na mesma festa que um juiz, frequentar o mesmo bar que um médico frequenta. Isso é lindo. Não há acepção de pessoas, parece que há mais respeito às diferenças , mais igualdade.

Vou começar falando da cidade de Haia- Den Haag em holandês – é onde fica a sede do governo. Parece estranho a capital ser em uma cidade e a sede do governo em outro, né?! Mas na Holanda é assim. Eles gostam de ser diferentes e isso é bastante atraente para mim.

Fui parar em Haia com meu longboard, lógico que peguei um trem de Leiden até Haia, o que levou mais ou menos 45 minutos.

FB_IMG_1495767180815

Outra coisa que funciona é o transporte público. Na Holanda é hiper eficiente, os habitantes locais costumam ter um cartão de passagem tipo o bilhete único carioca. Eu usava o cartão do meu ex. Quem não mora na Holanda precisa comprar um ticket de passagem, que geralmente é um pouquinho mais caro.

Em Haia além de andar muito de longboard, visitei um casal de amigos e conheci o Gemeentemuseum Deen Haag- Museu Municipal de Haia.

Amsterdã- Amsterdam em holandês. É a capital . A cidade mais populosa da Holanda. Tem muitos bares, muitos cafés – os famosos coffeshops, onde é autorizado o consumo de drogas – da maconha principalmente. Tem uma parte chamada Red Light District( Bairro da Luz Vermelha), onde prostitutas são expostas em vitrines, dançando ou sentadas de biquíni ou lingerie – se insinuando e chamando os homens e até mulheres que passam. Eu até queria tirar foto, pois eu nunca havia visto nada igual, mas acho que fotografar é proibido.

Em Amsterdã há muitas opções de lazer, há teatros, boates, bares, mercados ao ar livre, restaurantes e muitos museus, é claro.

Eu fui em diversos museus. Assim que cheguei em Amsterdã comprei o museumcard- cartão de acesso à todos os museus. Você paga 48  euros por ano e pode ir a todos os museus da Holanda (exceto o Museu da maconha) quantas vezes quiser durante um ano.

Fui na entrada do museu da Maconha, mas o museumcard não é aceito neste, então não entrei.

20170526_045436

Conheci o Rijksmuseum-  Museu Nacional dos Países Baixos – Dedicado às artes e história da Holanda. É um museu enorme, com uma ampla coleção de pinturas da época de ouro da holandesa. Fica na praça dos Museus.

20170526_035233

Tenho muitas fotos de todos os museus, mas estao no meu antigo telefone e no momento estou sem acesso.

Museu Van Gogh também em Amsterdã é o Museu com a maior coleção de pinturas de Van Gogh do mundo. O museu nos permite acompanhar toda a trajetória do artista através de suas obras.  São pinturas, cartas, desenhos. De uma imensurável riqueza artística. É uma experiência única.

A casa de Anne Frank é um museu criado em 1960, em memória da jovem Anne Frank. Foi um dos Museus que antes de ir à Holanda, eu sonhava em conhecer, pois o Museu é onde era o Anexo Secreto de Anne Frank  e sua família. Um lugar de muitas lembranças tristes e sonhos perdidos.

Rebrandthuis Museum- Museu A casa de Rembrandt é onde viveu e pintou o grande artista Rembrandt. O primeiro ano que fui, o Museu estava em obra, fechado para visitação, no segundo ano já havia terminado. Nem preciso dizer que é um museu incrível, né? Amei demais.

Fui à Roterdã- Rotterdam em holandês. Não fiquei muito tempo. Roterdã é a segunda cidade mais populosa da Holanda. Perdendo apenas para Amsterdam.  Roterdã  é uma das cidades holandesas com a arquitetura mais moderna, e também com um maior índice de violência, não lembro de ter fotografado nada em Roterdã, acho que só passei pela cidade, pois estava indo para outro lugar.

Em português se escreve Utreque, mas eu acho horrível essa escrita, então prefiro o nome em holandês que é Utrecht.

Utrecht é uma cidade charmosa no centro da Holanda. É chamada de tesouro cultura da Holanda.

Há muitas lojas, brechós, mercados a céu aberto de flores, de tecidos, de frutas, comidas. Bastante interessante.

20170526_052712

Eu cheguei em um horário quase anoitecendo, não pude aproveitar muito da cidade. Então só visitei algumas lojas e vi a torre Dom- que é o marco de Utrecht- a maior e mais antiga torre da igreja da Holanda.

Leiden- Leida em holandês, é uma pequena cidade da Holanda. Fica a mais ou menos 30minutos de Amsterdam. Em Leiden foi onde passei mais tempo. Uma cidade apaixonante com pessoas receptivas, simpáticas e bastante alegres. Belas construções, muitos museus.  Acredito que conheci todos ou quase todos os museus da cidade. Tinha um museu na esquina da casa que eu morava. rs

FB_IMG_1495766682069

Museu Boerhaave  é um museu de história da ciência e medicina. Um museu um pouco intrigante, mas bastante interessante, nele encontramos máquinas e equipamentos que eram usadas em cirurgias e operações médicas no passado.

20170526_122724

Molen de Valk é um grande e antigo moinho que em 1966 foi transformado em um Museu. Neste museu encontramos toda história e objetos do processo de moagem. É um lugar fascinante, onde se pode ter uma ampla vista da cidade de Leiden.

Naturalis Biodiversity Center – Centro de biodiversidade da Naturalis é um museu nacional de história natural e também um centro de pesquisa em biodiversidade na cidade de Leiden. O museu apresenta uma diversa coleção de objetos, com milhões de espécies zoológicas e geológicas. É um museu bastante instigante , para crianças parece muito divertido, pois além das belas exposições de animais , fosséis, minerais, rochas e pedras preciosas, apresenta através de brincadeiras, jogos e videos as complexidades da terra e como o DNA é essencial em todos os processos da vida. Sim, é um museu bastante interativo, o que o torna mais interessante. Realmente me senti dentro daquele filme ” uma noite no museu”. rs Acho que que todo mundo devia um dia conhecer esse lugar. Really Cool.

City Walk – Estação Central de Leiden- é a estação de trem e também terminal rodoviário da cidade. É um ótimo lugar para se localizar na cidade, pois fica bem no centro. rs Há um estacionamento enorme de bicicletas, onde você pode deixar sua bicicleta por alguns dias.

Leiden é como toda a Holanda, uma cidade aprazível. A Holanda é um país realmente maravilhoso. Quero voltar muitas vezes ainda, com certeza.

E você já esteve na Holanda? Pode falar, vou adorar saber o que achou.

Doei e até a próxima!

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s