Poesia: Mulher Diabo

Oi, gente!

Julho é o mês que nasci. Nasci no dia dois (02 ) de julho. Tenho a sensibilidade à flor da pele. Faço niver no próximo domingo. Amanhã, né? rs

Por isso tenho postado algumas poesias que fiz para mim. hahaha Ah galera… a gente pode se amar ao ponto de se homenagear, né? – pelo menos no mês do niver. kkkk mas esta poesia dedicarei para todas as cancerianas, tá bom? Não quero aparentar ser muito narcisista e muito menos pretensiosa. Na verdade, nem sou, mas tenho sim um amor próprio altinho. 😊 Comente no final o que você achou da poesia.

20170701_184849.jpg

Fotografia de Terence Agius

Ela era um Anjo de Luz.
Maliciosa e Astuta.
Inocente e Cândida.
Moleca transvestida de Anjo.
Sua voz envolve como notas musicais.
Vermelho é sua Cor.
Scarpin é seu Sapato.
Sua pele se assemelha à Seda.
Sua Cútis ao Pecado.
Sua Boca ao Jambo.
Seu corpo é lânguido.
Sua energia Seduz todas as espécies.
Seus olhos são quase Nipônicos.
Olham um olhar Sedutor.
Absorvente e Oxítono.
Seu carisma é Estonteante.
Seu Sorriso é Alvo como a neve.
Seu Tato é Brando em dedos Prolixos.
Seu jeito é de Menina.
Menina mulher.
Mulher Diabo.

20170701_192153.png

Reproduzida do Pinterest

Poesia por Alessandra Martins

 

Beijo e até a próxima!

7 Respostas para “Poesia: Mulher Diabo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s