Ninfomaníaca, de Lars Von Trier – um filme que nos faz refletir

Oi, gente!

images (22)

Finalmente assisti ao filme Ninfomaníaca. No início resisti um pouco para assistir, pois soube desde o lançamento da existência deste filme, mas não me vi tão interessada quando li a sinopse, mas depois de um tempo o coloquei na minha lista de curiosidade. Até que dois dias atrás resolvi vê-lo. Primeiro, vamos definir o que é a ninfomania.

A ninfomania é um transtorno psiquiátrico, onde não há razão biológica para explicar sua origem. Caracteriza-se por um apetite sexual excessiva e incontrolável. Onde a mulher que tem o transtorno é denominada como ninfomaníaca.
De acordo com o Código Internacional de Doenças (CID), a ninfomania é considerada uma compulsão, não relacionada à produção de hormônios sexuais. Assim como a compulsão por comida, bebida ou por compras, ela acontece quando a mulher que não consegue controlar seu impulso por sexo.

Não havendo um número específico de vezes que a mulher precise querer fazer sexo para que seja considerada ninfomaníaca.
Entretanto o diagnóstico é realizado quando há incômodo da paciente. Ao ponto de procurar muitos parceiros sexuais, mas não conseguindo satisfazer-se.

images (24)
O filme Ninfomaníaca é um drama dinamarquês, lançado em 2013, escrito e dirigido por Lars Von Trier. O filme é estrelado por Charlotte Gainsbourg – que intrepreta a Joe na fase adulta, Stacy Martin- que intrerpreta a Joe na adolescência e meia idade, Stellan Skarsgård- que interpreta Seligman, Shia LaBeouf- Que intrepreta Jérôme, Christian Slater- como pai de Joe, Sophie Kennedy Clark – interpreta a amiga na adolescência, Jamie Bell- como o sadomasoquista, entre outros. O filme  tem duração de 5horas, então foi divido em duas partes e está disponível na Netflix.

images (15)

Sinopse:

Ninfomaníaca é a história erótica de uma mulher, desde a sua infância até seus 50 anos, que é contada pelo personagem principal, a auto-diagnosticada ninfomaníaca, Joe.

Em uma noite fria de Inverno, Seligman, um velho solteiro e assexuado, encontra Joe ferida e semi-inconsciente num beco.

No mesmo instante Seligman tenta chamar um médico ou a polícia, mas Joe não permite, dizendo que não precisa. Então ele a pergunta o que ela quer, e ela responde que gostaria de uma xícara de chá com leite quente.

Assim então, Seligman a convida para sua casa. Após chegar em casa, Seligman a observa e tenta novamente compreender como tudo pode ter acontecido àquela mulher.

Depois da insistência do velho, Joe resolve contar, mas, adverte que a história é longa e pode não entender. Ele escuta atentamente, enquanto em 8 capítulos ela reconta a sombria e obscura história de sua vida.

images (17)

O filme assusta um pouco pelas fortes cenas de sexo explícito (são apresentadas cenas reais de sexo – feitas por atores pornô),😲  mas deixando o pudor de lado, acredito que seja um filme que vale a pena ser visto para quem quer ter uma visão reflexiva de até onde vai o limite da insanidade.

 

O foco do filme não é o ato sexual em si, mas sim as sombrias facetas do ser humano e os diversificados lados obscuros do “homem”- que muitas vezes são reprimidos, mas sendo revelados quando estimulados. Há diversas citações religiosas, literárias e filosóficas no filme.

Atenção! Haverá Spoilers.

O filme já inicia de uma maneira intrigante, pois há uma lentidão para iniciar. É apresentado um longo silêncio e uma tela escura transmitindo a sensação de inquietantação e ausência.

Lars Von Trier nos apresenta um tema que é tratado como tabu ainda hoje, o sexo, ou melhor, a vida sexual da mulher, mas não de uma mulher comum, e sim de uma mulher que sofre com um distúrbio sexual que afeta toda sua vida, a ninfomania.

images (16)

Em Ninfomaníaca  é exposta  a alma nua e crua de uma mulher que se recusa a criar laços afetivos e sofre com a solidão. Negando e fugindo constantemente do amor. Levando a vida de forma egoísta na busca de saciar seus incontroláveis desejos sexuais.

Na juventude, ela e a amiga de infância desenvolvem um grupo de mulheres chamado “The Little Flock” no intuito de libertar a sociedade do amor.

images (13)

Combinando entre elas que só podiam sair com o mesmo cara uma só vez. Entretanto, sua amiga passa a sair mais de uma vez com um mesmo homem e se apaixona. Confessando para Joe que o segredo do sexo está no amor.

images (21).jpg

Uma mulher que desde criança demonstra ser uma pessoa incomum. Vive em uma busca incessante por homens, mas que nunca cria laços e está sempre solitária. No futuro reencontra o homem que a ajudou deixar de ser virgem, Jerôme.

E foi a partir daquele momento viu o ato sexual como  simples matemática. Onde se precisava ser racional e nada de sentimentalismo.

*Talvez por isso ela nunca tenha conseguido resolver(brinks)😊

Nymphomaniac-19-photo-by-Christian-Geisnaes

É… a vida de Joe foi bem complexa. A única vez que se apaixonou foi pelo seu patrão que conhecidentemente foi o cara que tirou sua virgindade na adolescência, o Jérôme. Que antes de ela criar coragem de assumir o sentimento que surgiu por ele, foi embora, casando-se com outra mulher.

images (23).jpg

Anos mais tarde Jerôme reaparece no mesmo parque que Joe costumava fazer suas caminhadas solitárias.  Ele havia brigado com a esposa, o que levaria a separação. mais tarde casa-se com Joe e tem um filho.

Sendo que Jorome não consegue dar conta dos perturbadores impulsos sexuais de Joe e a libera para fazer sexo com outros homens.

Como Joe é uma mulher que nunca se satisfaz se submete a seções de masoquismo com um homem que oferece gratuitamente para mulheres, mas sem o ato sexual.

Joe perde o controle e abandonada a família para continuar sua busca pelo prazer. Passa a ser uma mulher solitária novamente.

Arruma um emprego com um mafioso que fica encubida de acertar contas com homens ricos. Ou seja, extorquindo. Tem bastante sucesso e é indicada a arrumar uma sucessora, pois Joe já está envelhecendo.

images (20)

Vai até um internato observar uma menina de 15anos  que tem um histórico familiar criminal, mais tarde ao completar 18 anos a mesma menina é adotada por Joe e passa a ser parceira sexual e a trabalhar com Joe.

Até que um dia o homem que Joe precisa extorquir é o seu ex marido, Jerôme. Ela não entra na casa, assim permitindo que a menina entre e faça o serviço sozinha, pela primeira vez. Jerôme combina de pagar em 6 meses, mas durante esse período ele e a menina se envolvem.

E  Joe com ciúmes, pensa em deixar a cidade para não ver os dois juntos, mas muda de ideia e decidi matar Jerome, sendo que quando ela aperta o gatilho a arma não funciona e Jerome espanca Joe, e em seguida a ex parceira de Joe e Jerome fazem sexo na frente dela. Até que o bondoso idoso aparece quando ela está sangrando no meio do caminho.

Quando Joe acha que se libertou da escravidão que era o impulso por sexo e que encontrou um amigo verdadeiro – o velho Seligman a encontrou ferida na rua. Ele que antes era assexuado tenta estuprar Joe enquanto ela dorme, o que a leva matá-lo no final.

Bem, depois destes spoleirs vou dizer o que enxerguei em tudo isso. Eu li diversos comentários e análises sobre o filme no Google, mas não encontrei nenhuma com a mesma conclusão que cheguei, talvez pelo fato de maioria ter sido feita por homens.

Uma explosão de hipocrisia, repressão graças ao falso moralismo que traz a religião, desigualdade de gênero e o machismo.

Eu interpreto como uma “vingança” do feminino em si, pois o próprio senhor  Seligman, diz a ela em um momento que será que ela fosse homem não seria vista com tanta repulsa. E também não    estaria se sentindo uma pessoa má.

Realmente não, pois os homens tem a liberdade de serem viciados em sexo, mas as mulheres não.

Homens abandonam famílias, esposas e filhos, fazem “sexo sujo”, mas ainda sim são exaltados como machos alfas, mas pelo fato de uma mulher fazer isso é vista como a pior pessoa do mundo, pois a mulher não pode.

E tais pensamentos são influenciados e acontecem por causa dos homens e da cultura machista que vivemos.

O Seligman era assexuado, realmente, não era uma pessoa má. Ele poderia até ser considerado bom, tentou ajudá-la quando ofereceu abrigo, mas as histórias sexuais de Joe, despertaram nele o lado obscuro do ser,  quando Joe começa contar as experiências sexuais, ele nao se excita- o que é diferente de outros homens que ela contou.

Ele nao era pedófilo como um dos caras que ouviu as histórias de Joe, não era gay ou um viciado em sexo. Ele tentou enquanto ela dormia sexo sem consentimento, que se caracteriza estupro, ou seja, ele se revelou um estuprador, mas nem ele mesmo sabia.

Portanto, Ninfomaníaca nos revela que todos nós temos desejos e um lado mau reprimidos. E que nem sempre temos ciência  de quais são.

Acredito também que Lars Von Trier tentou mostrar que a mulher pode sim fazer o que ela quiser e decidir sobre o próprio corpo, mesmo que para isso ela ela tenha que matar. E não é porque ela transou com milhares de homens que ela merecia ser estuprada.

3 comentários

  1. Parabéns, pela resenha!! Eu assisti Ninfomaníaca há um tempinho, mas estava sem coragem de rever….risos….É um filme pesado, não do ponto de vista moral, porque as cenas de sexo transmitem mais aflição do que erotismo. O sofrimento da obsessão da personagem é bem marcada. Abraços!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s