Zurich – Switzerland

Oi, gente!

Já faz um tempo que estou tentando escrever sobre essa experiência, mas a procrastinação não me permitia.

Bem, sou o tipo de pessoa que tento ao máximo aproveitar as coisas boas da vida. Ainda mais quando se trata de viagem, né?

Então, antes de chegar na terra da esmeralda, Irlanda. Fiz minha conexão em Zurique, na Suíça.

O que era para ser um “stopover” de 22 horas, terminou sendo de 48 horas. Bem, lógico que aproveitei. E curti esses meus dois dias

Fiquei dois dias em Zurique, pois não ouvi meu despertador e acabou que  perdi meu voo para Dublin. Minha sorte foi que não fui cobrada pelo novo voo.

O meu hotel era o Stay Zurick Airport. Fica bem perto do aeroporto. Apenas 5 minutos de carro. Fiquei bem contente com o valor que paguei na hospedagem, pois utilizei minhas milhas do programa de milgagem Smile, então o valor pago foi apenas de 60 reais.🤗 Isso mesmo, sessenta reais. Gastei 10 mil milhas para isso.

Este é um hotel simples, porém, bastants confortável. Gostei da precisão que chega o transfer do aeroporto e vice- versa. Você só precisa informar na recepção o horário do seu voo, que eles te dizem o horário do próximo transfer.

Bem, quando cheguei em Zurich, já estava preparada para ver tudo absurdamente caro, porém, assim como todo grande centro, tudo é sempre mais caro, e em Zurique não poderia ser diferente.

O carregador do meu telefone havia estragado totalmente, precisei comprar um, então, na loja que comprei, o vendedor, muito simpático, que falava português, me deu algumas dicas e fez essa observação.

Para sair do hotel, peguei um tram – que é um trem de superfície, passei por algumas estações até depois do tram, peguei um trem que me dava direito a rodar quantas vezes eu quisesse por 24 horas. O ticket custou CHF 6,80.

Meu primeiro destino foi a estação de Zurique. Da estação fui andando para outros lugares que eu tinha na minha listinha.

WhatsApp Image 2018-05-11 at 23.17.09

Zürich Hauptbahnhof (Zürich Main Station or Zürich Central Station) é uma linda construção neoclássica do século 19.

Zürich Hauptbahnhof  é um dos maiores terminais ferroviários da Europa.  A frente da estação é ponto  de parada obrigatória para que turistas registrarem sua chegada na cidade.

Sendo a maior estação de trem da Suiça. A estação de Hauptbahnhof tem trens para diversos itinerários, inclusive, para outros países.

20180102_173036.jpg

Dentro da estação há diversas lojas que se pode encontrar praticamente tudo, há alguns bares e restaurantes ( fast-food). E é claro que entrei em um bar para experimentar um “hot chocolate”, o Caotina.

Porém o que chama bastante atenção dentro da estação é a obra de arte da artista francesa- suiça, Niki de Saint Phalle.

A obra é o Guardian Angel, é uma escultura que fica imersa no alto do salão da estação, que está no mesmo local desde 1997. Foi um presente de 150 anos da estação.

20180102_173019_001

A colorida obra Guardian Angel representa as mulheres alegres, liberais e autoconfiantes, sendo uma das obras mais populares da arte contemporânea.

Da praça que fica na face sul da estação (a Bahnhofplatz) sai a rua mais famosa e visitada de Zurique a Bahnhofstraße (ou Bahnhofstrasse).

É uma avenida de cerca de 1,5 km que corta a Cidade Antiga de norte a sul e que possui um vai e vem de bondes no centro, além de um amplo comércio – que também se estende para as ruas transversais e imediações.

A avenida Bahnhofstraße termina na parte onde o Rio Limmat encontra o Lago Zurique.

Aqui há uma agradável praça (Bürkliplatz) onde você pode ficar apreciando a paisagem de uma balaustrada.

Não tive a oportunidade de conhecer o interior das igrejas, pois eu não tinha tanto tempo na cidade.

Mesmo tendo pouco tempo em Zurique, não pude deixar de conhecer o Museu Nacional Suiço ( The Swiss National Museum).

Este é um dos mais importantes museus de arte da história cultural da Europa.

Tem uma arquitetura impressionante com dezenas de torres que lembram um castelo. Seu supreendente parque entre os rios Sihl e Limmat se tornou um dos principais pontos turísticos do “Old City District” de Zurique.

20180103_142737

O museu é enorme, em cada sala há um tipo distinto de informação. O que é bastante enriquecedor, pois as salas são divididas por períodos. Há conteúdos desde a pré-história até a Idade Média e da Idade Média até o século XX ( arte moderna clássica e arte do século XVI).

St. Peterskirche/Peter Church- carrega a fama de possuir o maior relógio de igreja da Europa.  também possui uma torre marcante, onde encontramos outro belo (e enorme) relógio de 8,7 metros – considerado o maior relógio da Europa.

Rua Schlüsselgasse que começa a subir até o alto de uma colina – o Lindenhof.

Lá em cima, encontramos um bonito parque verde e outro ótimo mirante de Zurique. Dessa vez, com uma belíssima vista da parte leste da cidade.

E para finalizar meu tour, mais tarde passei em um Pub do lado da estação e experimentei uma bebida típica na Suíça que agora nem lembro mais o nome. 🤷🏽‍♀️ Se alguém souber, comente aí, por favor.

Gente, ainda tem algumas coisas para complementar nessa postagem, mas se eu adiar novamente essa postagem sobre a Suíça, não conseguirei postar nunca. 😂

Acho que ficou meio capenga essa postagem, mas na próxima eu melhoro. Espero que gostem.

Beijo e até a próxima!🌺

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s