Andrea Bocelli em Dublin

Oi, meus queridos caviares e ovos fritos!

Alguns meses atrás estive pela primeira vez em um concerto de música clássica, que adoro, por sinal.

Foi o concerto do Andrea Bochelli, cantor italiano – que vocês provavelmente devem conhecer.

Bem, para quem não sabe ou não lembra quem é o Andrea Bocelli – Bocelli é um prestigiado cantor italiano deficiente visual, que foi diagnosticado com glaucoma aos 12 anos de idade, pois após sofrer um acidente de futebol tornou-se completamente cego.

Bocelli já cantou com nomes como Pavarotti, que inclusive foi uma das suas grandes inspirações e suportes para continuar a cantar ópera. Também, Já se apresentou com Laura Pausini, Celine Dion, Ed Sheeran, Dua Lipa e por incrível que pareça, até Brasileiros como Sandy e até Annita. 🤔

Tive a oportunidade de estar em um show do Andrea Bocelli em Dublin, e isso enche meu coração de felicidade, pois eu sou de origem humilde, meus pais nunca tiveram condições financeiras, então, há um certo distanciamento desse estilo musical, mais prestigiado pela classe A.

Eu não tinha acesso, mas sempre tive minha inclinação para música erudita.

O que é de se estranhar, uma menina negra, periférica, sem recursos gostar de ouvir Beethoven, enquanto suas amiguinhas ouviam músicas populares como Bonde do Tigrão. Isso não quer dizer que não ouço ou recrimino o funk, já fiz bastante, mas quando eu não tinha informação suficiente, já fiz. Onde entendo que formamos nossa opinião de acordo com a informação que recebemos e a vivência de mundo que temos.

Hoje consigo ver que o funk é uma música que mostra a realidade de determinada classe social, que é a classe C.

Assim, com a música clássica, o funk também apresenta contribuições linguísticas variadíssimas para o desenvolvimento da língua. Cada uma no seu tempo, cada uma com seu envolvimento antropológico e social.

Não há razão para o funk não ser considerado um trabalho artístico e continuar sendo discriminado.

Há uma postagem no blog que até faço essa análise e explico melhor o meu ponto de vista: Música Erudita ou Popular? .

Meu blog é um blog eclético, onde faço essa fusão, do popular com o erudito, por isso o nome Caviar e Ovo Frito.

Entretanto em Dublin pude ter o privilégio de presenciar em concerto de música clássica, que sempre sonhei.

A história de vida de Andrea Bocelli é uma história triste, bonita e cativante, pois como eu disse no início, ele perdeu a visão aos 12 anos de idade, portanto, mesmo cego, conseguiu encontrar forças para compartilhar seu maior dom, o dom de cantar.

Depois que descobri a história da sua vida. Fiquei ainda mais fã desse cantor. Tenho que confessar que me emocionei bastante.

E você que leu até aqui… já foi em algum concerto de música clássica ? Tem vontade de ir? Qual é seu estilo musical favorito? Comente aqui.

Um beijo e até a próxima! 😘

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s