Lançamento do livro Mulheres Reais – Linguagens Plurais

O Movimento “Mulheres Reais” (MMR) lança no Rio de Janeiro, a antologia poética “Mulheres Reais: Linguagens Plurais”, pela editora Quártica Premium.

São quarenta poetisas que compartilham através da poesia a existência feminina.

Eu mostro em meus versos a vulnerabilidade que se encontra, a luta e resistência do corpo negro. Ser mulher negra viva em uma sociedade tão racista e machista é um ato revolucionário.

Nada pode nos calar

Quando o segurança aborda, o sistema corta, a polícia mata.
Continua o nó, nada desata.

Te param, revistam. Suspeito.
É racismo estrutural, falta de respeito!

Uma prova de amor

Uma Prova de Amor é um filme de drama estadunidense, lançado em 2009, dirigido por Nick Cassavetes e estrelado por Cameron Diaz, Abigail Breslin, Sofia Vassilieva, e Alec Baldwin.

O filme é baseado no livro homônimo – que mostra a história de luta e amor de uma família, onde uma das filhas é diagnosticada com leucemia.

Seria ótimo se casos de câncer fossem comuns apenas na ficção, mas não, é algo bem real, triste e desesperador, porém há diversas histórias de cura e superação, mas muitas das vezes, pacientes vem a óbito, devido a demora no diagnóstico.

Um trem noturno para Lisboa

No início achei um pouquinho enfadonho, mas depois que entra na história do autor do livro, o filme acaba envolvendo. A trama apresenta parte da história marcada por um regime político autoritário, que causou bastante inquietantação no século passado.  A ditadura de Salazar, em Portugal. Onde ocorreu a revolução dos Cravos, em 1974.

Flip 2017

A FLIP começou dia 26 de julho indo até o dia 30 de julho – dias esses de muita cultura, palestras, saraus, música, dança. Tudo realmente envolvente.

Esse ano a Flip homenageou o escritor brasileiro Lima Barreto. Homem negro, pobre que lutou a vida toda contra o sistema racista e opressor que o impedia de ser reconhecido como um grande nome da literatura na época.

Mentes Perigosas_o psicopata mora ao lado

Este é um livro que recomendo sim, pois todos os dias cruzamos nas ruas, nos mercados, no trabalho e até mesmo moramos com psicopatas, mas sequer  imaginamos.
Em cada capítulo do livro é abordado um tipo de psicopata. Tem aquele cara que se aproveita da mulher frágil, apenas para tirar proveito dela de todas as formas.

Quem não tem já teve uma vizinha que se fez de boazinha, mas por trás vive desejando a morte e até envenena seu animal de estimação. Tem aquela “amiga” que vive chorando pitangas somente para se aproveitar da sua boa vontade de emprestar dinheiro, mas nunca te paga com a desculpa de que está ruim, difícil e etc.