Ninfomaníaca, de Lars Von Trier – um filme que nos faz refletir

Ninfomaníaca é a história erótica de uma mulher, desde a sua infância até seus 50 anos, que é contada pelo personagem principal, a auto-diagnosticada ninfomaníaca.

O foco do filme não é o ato sexual em si, mas sim as sombrias facetas do ser humano e os diversificados lados obscuros do “homem”- que muitas vezes são reprimidos, mas sendo revelados quando estimulados. Há diversas citações religiosas, literárias e filosóficas no filme.

Brasil é o 5º país no mundo que mais mata mulheres😞

O feminicídio lamentavelmente existe desde sempre.

Com assim existe desde sempre, Alessandra?

Existe desde sempre porque vivemos em uma sociedade patriarcal em que a mulher sempre foi vista como um ser inferior, dando margem para o homem objetificá-la e obter um sentimento de “posse” em diversas comunidades.
E por fazermos parte de uma sociedade machista, matar mulheres sempre foi algo justificável e banal.

Estados Unidos Pelo Amor

É um filme intimista e bastante realista. Mesmo se passando na Polônia e no século passado, mostra fatos ainda recorrentes em nossa sociedade.
Destaca a realidade de quatro mulheres, que tem em comum a solidão e a frustração de não fazerem o que realmente querem.