Lançamento do livro Mulheres Reais – Linguagens Plurais

O Movimento “Mulheres Reais” (MMR) lança no Rio de Janeiro, a antologia poética “Mulheres Reais: Linguagens Plurais”, pela editora Quártica Premium. São quarenta poetisas que compartilham através da poesia a existência feminina. Eu mostro em meus versos a vulnerabilidade que se encontra, a luta e resistência do corpo negro. Ser mulher negra viva em uma sociedade tão racista e machista é um ato revolucionário. Nada pode nos calar Quando o segurança aborda, o sistema corta, a polícia mata. Continua o nó, nada desata. Te param, revistam. Suspeito. É racismo estrutural, falta de respeito!

Ninfomaníaca, de Lars Von Trier – um filme que nos faz refletir

Ninfomaníaca é a história erótica de uma mulher, desde a sua infância até seus 50 anos, que é contada pelo personagem principal, a auto-diagnosticada ninfomaníaca. O foco do filme não é o ato sexual em si, mas sim as sombrias facetas do ser humano e os diversificados lados obscuros do "homem"- que muitas vezes são reprimidos, mas sendo revelados quando estimulados. Há diversas citações religiosas, literárias e filosóficas no filme.

Brasil é o 5º país no mundo que mais mata mulheres😞

O feminicídio lamentavelmente existe desde sempre. Com assim existe desde sempre, Alessandra? Existe desde sempre porque vivemos em uma sociedade patriarcal em que a mulher sempre foi vista como um ser inferior, dando margem para o homem objetificá-la e obter um sentimento de "posse" em diversas comunidades. E por fazermos parte de uma sociedade machista, matar mulheres sempre foi algo justificável e banal.

Poesia: Valeska

Oi, gente! hoje irei compartilhar uma poesia de minha autoria. O nome da poesia é Valeska - esta poesia tem um estilo de manifesto como resposta ao machismo. Espero que apreciem. Sou comportada, sou abusada, sou Valeska. Sou de atitude, sou guerreira, sou fresca. Sou devassa, sou vadia, sou indecente, Sou freira, sou santa, recatada, sou … Continue lendo Poesia: Valeska

Música erudita ou popular?

Oi, gente! Hoje vamos falar de música. Uma antítese digamos que extrema, mas que vale a pena refletir. Em uma conversa do WhatsApp, recentemente mandei: Vivaldi ou Valesca Strauss ou Sandra De Sá? Tchaikovsky ou Tati Quebra Barraco? Beethoven ou Beyonce?   E a pessoa que eu estava conversando disse: "- desculpe, mas os da … Continue lendo Música erudita ou popular?

Estados Unidos Pelo Amor

É um filme intimista e bastante realista. Mesmo se passando na Polônia e no século passado, mostra fatos ainda recorrentes em nossa sociedade. Destaca a realidade de quatro mulheres, que tem em comum a solidão e a frustração de não fazerem o que realmente querem.