Dia da Consciência Negra em Dublin

Pela primeira vez na história de Dublin, o dia da Consciência Negra será celebrado na Irlanda. O coletivo cultural, Sangue Latino, no qual faço parte, realiza hoje, em Dublin, uma intervenção artística e cultural de celebração ao dia da Consciência Negra. No evento teremos apresentação de música, oficina de turbante, dança afro, capoeira e é … Continue lendo Dia da Consciência Negra em Dublin

Malcolm X

Oi, gente querida! Tudo certinho? Se sim, que bom! Se não, calma, que vai melhorar.🙏🏾 Para celebrar o mês da consciência negra, quero trazer no último dia do mês, 30 de novembro, 10 frases proclamadas por um dos maiores líderes negros da história mundial, Malcolm X. Nascido em Nova York, em 1925, foi um dos … Continue lendo Malcolm X

Dia internacional da mulher

Oi, gente! Mês de março é o mês que se relembra a luta diária de mulheres em todo mundo. Em 26 de fevereiro de 1909, em Nova York, aconteceu a primeira passeata pelo direito a igualdade nos Estados Unidos. Naquele dia, cerca de 15 mil mulheres marcharam nas ruas da cidade por melhores condições de … Continue lendo Dia internacional da mulher

Fevereiro- Mês da Consciência Negra Americana

O intuito da comemoração, além de reflexão é a celebração e exaltação de todas as conquistas dos Negros americanos até os dias de hoje, que assim como no Brasil, tiveram um importantíssimo papel na construção do país.

Poema: Menina mulher preta

“Ah Alessandra – acho errado um dia para celebrar o dia da mulher negra, por que não tem o dia da mulher branca?! Somos todas mulheres.” Ok, concordo que somos todas mulheres, mas infelizmente desigualdade racial ainda é um fato recorrente. Então mulheres negras vem lutando para quebrar as barreiras e alcançar a equidade. A dada foi criada em 25 de julho de 1992, durante o I Encontro de Mulheres Afro-Latino-Americanas e Afro-caribenhas, em Santo Domingos, República Dominicana. Assim então, se estipulou que daquele dia em diante seria o marco internacional da luta e da resistência da mulher negra. Desde então, sociedade civil e governo têm atuado para consolidar e dar visibilidade a esta data, tendo em conta a condição de opressão de gênero e racial/étnica em que vivem estas mulheres, explícita em muitas situações cotidianas.