Poesia: Minimalismo

Cansei de me guardar pra mim. Se pareço complicada, decifra-me. Tente, se aprofunde, resolva, me envolva. Invada com poesia, com pintura, com canção. Sem excesso. Moderação. Chego no limite do prazer, da doçura, do amargo, da paixão. Sou em mim! Eu sou o que eu escrevo - imperfeição. De alma esplêndida         … Continue lendo Poesia: Minimalismo

Poesia: Eu não pertenço a lugar nenhum

Eu não pertenço a lugar nenhum. Sou de todos os cantos, de muitos rumos, diversas direções. Sou folha, sou vento, sou brisa, sou onda, sou tudo, sou nada.