Você é o que importa

Aposte todas as fichas em você. Seja seu número, seu melhor amuleto, sua cor, sua canção, sua lembrança, sua companhia, sua roupa preferida. Se vista de você diariamente, e se você enjoar, se recrie, se transforme, só seja você mesmo. Mude o cabelo, mude o batom, mas não mude a essência. Se afaste do que … Continue lendo Você é o que importa

Poema: Monalisa

Oi, gente querida! Hoje compartilho mais uma poesia com vocês. Espero que gostem. 🧝🏾‍♀️ Monalisa Como é linda, tão acessa. É a “Ville Lumière”. Fiquei exposta. Fiquei exposta lá. Estendida, aberta, esfumada, vazia. Todos me viam, comiam, consumiam, muitos olhavam, mas não me entendiam. Outros fotografavam, gravavam o momento, mas não me sentiam. E eu? … Continue lendo Poema: Monalisa

Poema: Flama

Oi, gente! Saudades 😭 Hoje irei compartilhar uma poesia de desejo, de paixão, de amizade com beijo. Se chama Flama. Homem com sorriso de menino. Sua pele, seu jeito, sua voz, prosa. Tudo, me causa fascínio. Seu olhar, sua boca, seu toque, tanto faz Me deixa sem forças, malemolente, paralisada, sempre pedindo mais. Chegou como … Continue lendo Poema: Flama

Lançamento do livro Mulheres Reais – Linguagens Plurais

O Movimento “Mulheres Reais” (MMR) lança no Rio de Janeiro, a antologia poética “Mulheres Reais: Linguagens Plurais”, pela editora Quártica Premium. São quarenta poetisas que compartilham através da poesia a existência feminina. Eu mostro em meus versos a vulnerabilidade que se encontra, a luta e resistência do corpo negro. Ser mulher negra viva em uma sociedade tão racista e machista é um ato revolucionário. Nada pode nos calar Quando o segurança aborda, o sistema corta, a polícia mata. Continua o nó, nada desata. Te param, revistam. Suspeito. É racismo estrutural, falta de respeito!

Poema: Sem rótulos

Longboard, vida, liberdade. É preciso equilibrar. Se vejo que vou cair, pulo, mas se caio, sorrio ao levantar. Gente lerda ou muito lenta consegue me irritar, gosto de aprender, admiro o saber, não gosto muito de procurar, mas já me perdi várias vezes, somente para me achar.