Poema: Flama

Oi, gente! Saudades 😭 Hoje irei compartilhar uma poesia de desejo, de paixão, de amizade com beijo. Se chama Flama. Homem com sorriso de menino. Sua pele, seu jeito, sua voz, prosa. Tudo, me causa fascínio. Seu olhar, sua boca, seu toque, tanto faz Me deixa sem forças, malemolente, paralisada, sempre pedindo mais. Chegou como … Continue lendo Poema: Flama

Poesia: O coração

Oi, gente! Fiz esta triste poesia em memória de uma moça muito querida por mim, era ela minha ex vizinha,  de apenas 28 anos. Que cresceu comigo no bairro onde eu morava. Portanto infartou depois de flagrar o marido traindo. 😔 O coração Para que flores? O que quero é esperança, lealdade, fidelidade. Sorrisos sinceros … Continue lendo Poesia: O coração

Estilo Boho

Oi, gente! Outro dia compartilhamos um pouco do estilo Minimalista . Lembra? Hoje, falando novamente de estilo, vamos falar do estilo Boho.. Sabe como é? Não? Então continue lendo. Boho é a abreviação de Bohemia- ou seja um estilo criado a partir dessa vida descolada e livre. Anos atrás, mesmo sem saber a nomenclatura, usei muito … Continue lendo Estilo Boho

Revista Gueto_Direitos Humanos e Minorias

A Revista Gueto nesta edição especial reuniu 17 poetas em poesia e 17 autores em prosa. Portanto para nossa alegria, eu estou entre eles. Sinto-me lisonjeada em estar sendo publicada em mais uma revista. E uma revista de tanto prestígio como a Revista Gueto.

Poema: Sem rótulos

Longboard, vida, liberdade. É preciso equilibrar. Se vejo que vou cair, pulo, mas se caio, sorrio ao levantar. Gente lerda ou muito lenta consegue me irritar, gosto de aprender, admiro o saber, não gosto muito de procurar, mas já me perdi várias vezes, somente para me achar.

Terra Negra

Cristiane Sobral apresenta em seus versos uma posição de liberdade feminina ao abordar o amor negro, o sexo e a beleza que vai além da estética. Conseguindo romper barreiras que impendiam e ainda impedem o negro de alcançar uma verdadeira democracia racial.

Poema: Palavras

As palavras são soltas. Elas vão, elas vem, podem doer, machucar, podem alegrar, consolar, podem atingir a um ou dois - sempre vão chegar em alguém, em algum lugar. Elas ferem e interferem. Palavras.

Dia D – Dia Drummond

Oi, gente! Hoje, dia 31, o nosso poetinha brasileiro, Carlos Drummond de Andrade, se estivesse vivo, completaria mais um ano de vida.   Recentemente fiz uma postagem com alguns poemas de amor de Drummond. Se voce ainda não leu conheça o livro de poesia: Declaração de amor. Carlos Drummond de Andrade nasceu no dia 31 de … Continue lendo Dia D – Dia Drummond

Declaração de Amor- Canção de namorados

Declaração de Amor - Canção de namorados -faz um breve panorama do amor na obra poética de Drummond. São 27 poemas extraídos de 12 livros.

Poema: Queremos viver

Há necessidade de rever valores e conceitos. Sair do quadrado, abrir a mente, rasga o peito! Continuar a estereotipar é absurdo, desrespeito. Desrespeito por toda luta, por toda dor. E o holocausto preto continua acontecer com fervor.

Poema: Refém

Todo esse tempo me mantiveram refém. Refém do medo, das opiniões. Refém dos estereótipos, dos estigmas, das generalizações. Sistema! Nada evoluiu, recessão.