Morando nos Estados Unidos

Oi, gente! Cara, o universo vive me presenteando com momentos únicos. Eu sou uma pessoa muito abençoada, sabe? Eu, menina moleca, aquela magrela encapetada, que quando criança, vivia caindo e batendo com a cara nas paredes e portas, lá de Duque de Caxias. Sempre quis voar. Juro que literalmente já tentei. Uma vez caí da … Continue lendo Morando nos Estados Unidos

Você é o que importa

Aposte todas as fichas em você. Seja seu número, seu melhor amuleto, sua cor, sua canção, sua lembrança, sua companhia, sua roupa preferida. Se vista de você diariamente, e se você enjoar, se recrie, se transforme, só seja você mesmo. Mude o cabelo, mude o batom, mas não mude a essência. Se afaste do que … Continue lendo Você é o que importa

100 coisas para fazer dos 20 aos 40 anos

Oi, genteeeeee! Eis me aqui novamente. Prometo que agora ficarei frequentemente.🙌🏽 Hoje trago um lista que sempre tive vontade de fazer e esses dias fiz do meu jeito. Que é a lista de 100 coisas para ser fazer dos 20 aos 40 anos. Eu poderia fazer uma lista com 100 coisas para fazer antes de … Continue lendo 100 coisas para fazer dos 20 aos 40 anos

Obra- prima

Oi, gente querida! Hoje trago uma reflexão para todos nós. É sobre nossa vida e o que consideramos realmente importante. Intitulei de " Obra-prima". Espero que gostem. Você precisa seguir o que te faz feliz, sorrir, suspirar e não o que deixa sua cabeça uma pilha, seu corpo exausto, seu humor ácido. A estrada nem … Continue lendo Obra- prima

Outubro Rosa – a importância do diagnóstico precoce.

O Outubro Rosa é celebrado em todo mundo. Inclusive, no Brasil. E tem como símbolo um laço cor de rosa, que simboliza a luta contra o câncer de mama e a conscientização de mulheres para a realização da mamografia. Desde 1997, efetivamente, em Nova York, começou a comemorar o movimento internacional Outubro Rosa. Conheça o site oficial da capanha: October Pink.

Poema: Escuridão

Mais uma vida ceifada. O ser humano está eivado. O planeta está à beira de um colapso. O sistema nos coage a receber suas verdades. Desperdício de tempo, escassez de caráter, resta vaidade. Excede ansiedade. Repúdio desperta em mim. A sociedade é hipócrita. Cruel! Muitos falam não, querendo dizer sim. Faz, mas se esconde. Ações … Continue lendo Poema: Escuridão

Poesia: Minimalismo

Cansei de me guardar pra mim. Se pareço complicada, decifra-me. Tente, se aprofunde, resolva, me envolva. Invada com poesia, com pintura, com canção. Sem excesso. Moderação. Chego no limite do prazer, da doçura, do amargo, da paixão. Sou em mim! Eu sou o que eu escrevo - imperfeição. De alma esplêndida         … Continue lendo Poesia: Minimalismo

Poesia: A vida

Queridos, estou um pouquinho atrasada nas postagens, mas hoje, finalmente, consegui. Venho compartilhar uma das minhas poesias com vocês. É uma poesia que escrevi em um momento de mudanças, conquistas e grande aprendizado na minha vida. Espero que gostem. 😘 A vida  me ensinou a ser mais madura, menos chorona, mais mulher. Talvez mais amarga, … Continue lendo Poesia: A vida

Poesia: Lembranças

  Deve ser um saco passar pela vida e não ter nada que te faça lembrar com saudades de momentos, talvez agora bobos, mas que na época foram mais que divertidos. Momentos que te fazem olhar para trás e pensar; - Como tive coragem de fazer isso?! Ah não! Tem que ter lembranças dessa vida … Continue lendo Poesia: Lembranças

Poesia: O tempo

Se pararmos o tempo nos devora, nos consome, nos leva, nos arrasta. Nos deixa sem gomo, nos deixa sem gosto, nos deixa sem casca. Andemos com o tempo, pois ele passa, ele corre, ele voa. Ele nos deixa na pior ou nos deixa numa boa. O tempo traz as rugas, traz as dores , traz … Continue lendo Poesia: O tempo

Valeta- Malta – O paraíso

Imagine um lugar onde você sente paz, bem- estar, alegria e prazer ao mesmo tempo. Um paraíso, não é? Essa é Malta. Chamada no passado de doce mel pelos gregos, pois havia uma grande produção de mel em Malta.

Estados Unidos Pelo Amor

É um filme intimista e bastante realista. Mesmo se passando na Polônia e no século passado, mostra fatos ainda recorrentes em nossa sociedade. Destaca a realidade de quatro mulheres, que tem em comum a solidão e a frustração de não fazerem o que realmente querem.